INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL!

Foliculite na barba: como evitar?

Você, muito provavelmente, já ouviu falar que a barba é a maquiagem dos homens, não é?

Essa é uma comparação que visa dois aspectos: preencher as falhas e embelezar o homem.

Não é à toa que, de acordo com uma pesquisa, os homens com barba são os mais sexys.

Isso, claro, envolve também o cuidado com os pelos faciais para evitar problemas.

Um desses problemas na barba é a foliculite. Sabe o que é ou sabe como tratar? Não?

Ficar por dentro do que é foliculite e como trata-la é a principal razão para ler esse texto.

O outro motivo para acompanhar o nosso artigo até o fim é aprender a ter pelos faciais.

O que é foliculite na barba?

Existe uma classe de problemas e/ou doenças que terminam com o sufixo ITE, como artrite, gastrite e outros. Já reparou nisso? Como acontecem em áreas diferentes, qual a similaridade?

Todo problema de saúde que termina com ITE significa inflamação. A foliculite, por exemplo, é um desses já que, de forma básica, resume-se a inflamação, aguda ou não, dos folículos pilosos.

Essa inflamação pode acometer qualquer tipo de pessoa. Assim, não leva em consideração faixa etária e gênero. No entanto, existem pessoas que são mais suscetíveis à terem foliculite.

Os grupos mais suscetíveis à desenvolverem inflamação nos folículos pilosos são: pessoas negras, asiáticas e obesas. Além dessas, pessoas com baixa imunidade também se enquadram.

Por isso, então, é importante ficar sabendo do que se trata esse problema e onde ele pode atingir. A foliculite pode acontecer de forma a se espalhar por todo o corpo, com exceção de:

  • Palma das mãos
  • Plantas dos pés
  • Áreas de transição entre pele e mucosas (como lábios)

Tirando as regiões que listamos acima, a foliculite pode acometer em qualquer área corporal. No entanto, áreas com pelos ficam mais suscetíveis, como axilas, couro cabeludo, coxas e face.

Sendo assim, a foliculite na barba é uma realidade para muitos homens.

O que causa foliculite na barba?

Agora que você já sabe o que é foliculite, deve saber também o que causa esse problema inflamatório. A foliculite da barba – ou de outra região corporal – costuma ocorrer por conta de:

  • Bactérias
  • Fungos
  • Vírus

Além da presença desses micro-organismos, a foliculite também pode ser causada por uma inflamação de pelos encravados. Tal problema, independente do que motiva, é, no geral, superficial.

No entanto, é óbvio que existem exceções, mesmo que poucas. Isso, significa que, além da dor e da coceira, o paciente pode perder os pelos e ganhar cicatrizes. Assim, precisa ir ao médico.

Como tratar foliculite na barba?

A foliculite, como explicamos anteriormente, costuma ser superficial. Nesses casos, a inflamação cura-se de forma espontânea e sozinha. Isso significa que não precisa usar medicamentos.

No entanto, nem todo organismo consegue curar, de forma sozinha, a foliculite na barba ou em outras áreas do corpo. Nesses casos, o paciente precisa procurar um médico para orientações.

Tratamento para foliculite

Existem diversos tipos de foliculite e algumas motivações diferentes, como citamos. Levando esses aspectos em consideração, existem distintas formas de tratar esse processo inflamatório.

Os casos mais leves podem ser amenizados e/ou melhorados por meio de dicas caseiras, como compressas locais durante dias seguidos. Além disso, usar pomadas e sabonetes antissépticos.

No entanto, quando a inflamação está instalada, é grave e/ou recorrente, o melhor é procurar um profissional de saúde. Isso porque o médico poderá prescrever antibióticos por via oral.

O uso desse tipo de remédio deve acontecer por pequenos períodos. Assim, os efeitos colaterais são menores e a eficácia, maior. Se for grave, intervenção cirúrgica pode ser uma opção.

Como ter barba e deixar a carinha de bebê no passado?

A dificuldade do nascimento e desenvolvimento dos pelos faciais pode, sim, ter uma solução segura e com resultados satisfatórios. Esse é o caso do uso do Minoxidil, um remédio bastante conhecido pelos homens.

O Minoxidil é a substância ideal para a função citada acima bem como para preencher falhas na barba. Isso porque ele age como vasodilatador e funciona na ativação da circulação sanguínea.

Ativando a circulação sanguínea, há maior fluxo de sangue que, por sua vez, acompanha-se de nutrientes e oxigênios. Com os fios estimulados, eles nascem e crescem saudáveis e bonitos.

 

Óbvio que, assim como qualquer medicamento, o Minoxidil também pode provocar efeitos colaterais. Os principais são leves e resumem-se a coceira, descamação da pele e vermelhidão.

Estes costumam melhorar de forma espontânea. No entanto, existem organismos que não toleram bem o Minoxidil loção visto que essa substância conta com base alcoólica na fórmula.

Nesses casos, então, o paciente pode – e deve! – optar pelo Minoxidil em espuma. Esta versão não conta com o composto alcóolico e, por isso, não costuma provocar reações adversas à pele.

E aí, curtiu o nosso artigo?

Você já teve foliculite na barba alguma vez?

E em outra parte do corpo humano?

Se sim, o que fez parte do tratamento para foliculite?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.