Exames para DST que todo homem deve fazer

Conheça os exames e as DSTs mais comuns nos homens!

As doenças sexualmente transmissíveis são muito comentadas, mas continuam se espalhando de forma desenfreada pela população.

Segundo a OMS, mais de um milhão de pessoas contraem DSTs todos os dias.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que 73% dos casos de HIV ocorrem em homens. 

Isso significa que, de alguma forma, os homens estão mais expostos às infecções sexualmente transmissíveis, seja pela falta de cuidado ou pelo desinteresse nas informações. 

Usar preservativo é uma prática importante, embora não seja a mais confortável e por isso seja tão ignorada.

As consequências desse descuido para a saúde podem levar o indivíduo até mesmo à morte. 

Por isso também é muito importante descobrir a DST no início, já que assim o tratamento se torna mais fácil e não compromete nenhuma área ou função do corpo.

Nesse texto vamos falar sobre o exame de DST para homem e te informar sobre as principais delas.

Leia até o final para descobrir o que são, como descobrir e como prevenir! 

AIDS

O caso mais comum de DST no homem é a AIDS, também chamada de infecção por HIV.

Como falamos acima, 73% dos casos dessa doença acontecem em homens. 

Os principais sintomas da AIDS são:

  • Febre baixa.
  • Dor de cabeça.
  • Fadiga.
  • Gânglios inflamados.
  • Diarreia.
  • Suor noturno. 

Apesar disso, alguns dos casos de HIV são assintomáticos e podem permanecer sem dar qualquer sinal por 10 anos.

Isso não significa que a pessoa não esteja transmitindo ou que seu organismo não seja afetado.

O vírus HIV age atacando o sistema imune do portador, facilitando o adoecimento e aumentando o risco de morte por doenças que normalmente não matariam a pessoa. 

A forma mais comum de contração dessa DST no homem é por meio de relação sexual.

No entanto, você também pode ser infectado por transfusão sanguínea, compartilhamento de seringas ou mesmo por meio da amamentação e do parto (caso sua mãe seja portadora do vírus).

Como é feito o diagnóstico do HIV?  

O exame para a DST causada pelo vírus HIV pode ser feito por meio de coleta de sangue ou por meio de fluído oral. 

Os testes rápidos detectam a presença do HIV em 30 minutos e podem ser realizados gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde), nas unidades públicas e nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA).

HPV

HPV é uma sigla em inglês para Papilomavírus Humano, uma DST que em muitos homens não apresenta qualquer sintoma, mas que continua sendo transmitida.

O principal sintoma do HPV, quando aparecem, são as verrugas genitais, os caroços ou feridas no pênis, no saco escrotal, no ânus, na boca ou na garganta.

Em qualquer mucosa que tenha tido contato com as mucosas de alguém infectado. 

Assim como o HIV, o HPV não tem cura definitiva, apenas tratamento para os sintomas que ele causa.

A grande diferença é que esse vírus pode evoluir para um câncer.

Como é feito o diagnóstico do HPV?  

O exame para homem que detecta essa DST pode ser feito por um infectologista ou por urologista, por meio de observação das mucosas, em busca de lesões ou verrugas.

O médico também pode realizar uma peniscopia, que consiste no uso de aparelho semelhante à lupa para procurar pequenas feridas.

Uma vez que haja suspeita, uma pequena raspagem é feita no local e enviada para avaliação em laboratório.

Um exame de sangue para DST, que seja voltado especificamente para a busca de anticorpos para o HPV, pode ser realizado.

Aqui é preciso atenção: o resultado pode ser positivo em caso de o indivíduo ser vacinado contra o vírus.

Outro exame disponível para detecção do HPV é o de captura híbrida, que pode identificar o vírus mesmo sem os sintomas aparentes. 

Candidíase 

Embora muitos ainda não saibam, a candidíase também é uma DST em homem que pode afetar principalmente a vida sexual.

Essa DST no homem pode ser caracterizada como uma infecção fúngica na ponta do pênis (glande), que gera alterações muitas vezes dolorosas. 

A candidíase no homem pode ser causada por relações sexuais, o que a caracteriza como uma DST.

No entanto, também pode ter origem na falta de higiene ou na queda do sistema imunológico, podendo ser causada até mesmo pelo HIV.

Os principais sintomas dessa DST no homem são:

  • Coceira no local infectado.
  • Queimação ao urinar.
  • Secreção esbranquiçada.
  • Placas avermelhadas ou esbranquiçadas na glande.
  • Dor e vermelhidão no pênis.
  • Ressecamento da pele do pênis. 

Como é feito o diagnóstico da candidíase?  

O exame de rotina para homem é o suficiente para reconhecer a presença da candidíase, a partir da observação dos sintomas.

Sífilis

Sífilis é uma DST no homem que é curável, causada pela infecção com a bactéria Treponema pallidum.

A sífilis pode se apresentar em quatro fases: primária, secundária, latente e terciária.

A última pode levar o indivíduo à morte. 

Na sífilis primária o primeiro sintoma é uma ferida, que surge no local de entrada da bactéria (pênis, ânus ou outros locais da pele) entre 10 e 90 dias após o contato com o transmissor.

Essa ferida não arde, coça e não tem pus, mas pode ser acompanhada de ínguas. 

Na fase secundária dessa DST no homem, os sintomas aparecem entre 6 semanas e 6 meses após a melhor da ferida inicial.

Manchas no corpo, febre, mal-estar, dor de cabeça e ínguas são os sintomas mais comuns nesse período.

A fase terciária começa entre 2 e 40 anos após o contágio.

Nessa fase, as lesões cutâneas, neurológicas, ósseas e cardiovasculares podem levar o indivíduo à morte. 

A fase latente é assintomática e costuma ser interrompida pelo surgimento de sintomas. 

Como é feito o diagnóstico da sífilis?  

O exame para DST mais comum que é próprio para Sífilis é o Teste Rápido que está disponível gratuitamente pelo SUS. O resultado costuma sair em até 30 minutos.

Gonorreia

A DST em homem conhecida como gonorreia trata de uma infecção pela bactéria Neisseria gonorrhoeae. 

Se não for tratada, a gonorreia pode levar a consequências como a infertilidade.

A OMS estima que 78 milhões de pessoas contraem essa doença por ano.

Os sintomas dessa DST no homem começam a aparecer entre 2 e 10 dias após o contágio e os mais comuns são: 

  • Secreção amarelada, semelhante ao pus, que é expelida pela uretra.
  • Aumento na frequência urinária.
  • Febre baixa.
  • Dor ao urinar.
  • Inflamação da uretra, do ânus ou da garganta, dependendo da parte do corpo na qual ocorreu a relação sexual desprotegida. 

Como é feito o diagnóstico da gonorreia?  

O exame de DST para homem que revela a presença de gonorreia é feito pelo urologista, após observação dos sintomas. 

A secreção que sai da uretra é recolhida e enviada para análise em laboratório para que sejam realizados testes de identificação da bactéria. 

Agora que conhece as principais DSTs masculinas e suas consequências para a saúde, você pode compartilhar esse texto com os amigos para que eles conheçam a importância de se cuidar na hora de ter relações sexuais!

Conhece alguém que já teve DST ou já teve? Conta sua experiência aqui nos comentários!

Fontes: (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) (11) (12)

 

Deixe seu comentário!

Se tiver qualquer dúvida, crítica ou sugestão, use esse espaço para expor.

/* */