fbpx

Estudo conclui: Finasterida diminui a libido e causa impotência mesmo após 6 anos de seu uso

Recuperar o cabelo com Finasterida mais se tornar impotente - Vale mesmo a pena?

Segundo a socióloga da Universidade do Estado do Arizona Rose Weitz, o cabelo para a maioria dos homens é responsável por desempenhar um grande papel em suas vidas, semelhantes ao um cartão de visita, isso devido a três fatores básicos: tem apelo estético e sexual, é público então qualquer um pode vê-lo, e ainda é maleável, ou seja a todo momento podemos mudar ele de acordo com a nossa vontade e identidade.

Portanto ficar careca é uma das piores preocupações que um homem chegando nos seus 30 anos pode ter, principalmente se algum de seus pais tem histórico de perda de cabelo também conhecida pelo nome de calvície.

O nome verdadeiro da calvície é alopecia androgenética, cujo é uma condição determinada geneticamente e associada a fatores hormonais, na qual ocorre um afinamento gradual e progressivo dos cabelos, atingindo tantos os homens quanto também algumas mulheres.

Apesar de todo o avanço na atual medicina moderna, a cura para a calvície ainda está longe de ser descoberta, porém existem certos tipos de tratamentos para retardar e combater a alopecia androgenética.

E um desses medicamentos é a Finasterida:

Finasterida

O medicamento Finasterida inicialmente foi desenvolvido para tratar câncer de próstata, porém após inúmeros relatos dos pacientes que observaram um aumento do volume de cabelos como um de seus efeitos colaterais, a Agencia Nacional Vigilância Sanítária também conhecida como ANVISA aprovou a utilização do fármaco para ser usado na luta contra a queda capilar, autorizando assim a sua comercialização na sua concentração de 5mg.

Como funciona a Finasterida?

O fármaco denominado Finasterida, age inibindo a enzima 5-a redutase tipo 2, cujo é a responsável por modificar o hormônio da testosterona para um hormônio mais potente conhecido como a DHT (dihidrotestosterona), cujo é a enzima responsável por causar a miniaturização dos folículos pilosos e a queda capilar.

No entanto, não é de hoje que o medicamento Finasterida é cercado de receios quanto ao seu uso e efeitos colaterais.

Apesar de ser uma medicação que vem sendo utilizada, há mais de 20 anos, em homens para aliviar os sintomas urinários daqueles que apresentam aumento da próstata e também para calvície masculina, os efeitos colaterais da Finasterida como a diminuição da libido e a impotência sexual acaba deixando diversos homens preocupados.

PARE AGORA DE TOMAR FINASTERIDA!

Bom, para quem tinha dúvidas sobre esses efeitos colaterais e a sua duração, saiu um recente estudo inclusive foi publicado no “Journal of Sexual Medicine”, da Universidade George Washington, nos EUA, onde 71 homens cujo as idades eram de 21 a 46 anos, foram observados por um período de tempo pelos pesquisadores, onde, os mesmos constaram que a impotência e a perda da libido permanecem por até seis anos após a utilização do medicamento Finasterida.

Para o endocrinologista Michael Irwig, um dos autores das pesquisas, os homens precisam estar cientes do risco, e afirma que esse estudo deve mudar a forma como médicos conversam com pacientes sobre a medicação.

No Brasil, assim como nos EUA, a bula da Finasterida menciona a diminuição da libido e a impotência como efeitos colaterais, mas afirma: “Esses efeitos desapareceram nos homens que descontinuam a terapia”

Porém como o próprio estudo publicado no Journey of Sexual Medicine, muitos homens mantiveram os efeitos por um longo período de tempo mesmo após a suspensão do medicamento.

A Merck Sharp & Dohme, que produz o remédio Propecia, à base de finasterida, contestou a metodologia do estudo, mas não apresentou nenhum dado relacionado a estudos que pudesse firmar a sua contestação.

Sempre se considerou que as funções sexuais voltasse ao normal, após o fim do tratamento com a Finsaterida, porém após a publicação desse estudo é preciso rever e decidir se vale a pena recuperar os fios de e perder a libido ou até mesmo viver com a impotência.

Afinal, até a endocrinologista do Hospital das Clínicas de São Paulo Elaine Costa, não estranhou o resultado da pesquisa onde aponta que os efeitos colaterais da Finasterida são prolongados mesmo após a interrupção do tratamento, uma vez que você impede ou bloqueia a produção de um hormônio, de fato ele vai demorar a voltar a ser produzido pelo organismo.

I agora? Como tratar a calvície sem perder o apetite sexual ou ter impotência?

Com a loção tópica que se chama Minoxidil!

O que é minoxidil?

Minoxidil é um vasodilatador, muito usado no tratamento para regeneração capilar devido condições como calvície, pois o mesmo na sua concentração de 5% consegue estimular o crescimento e engrossar os fios de cabelos.

Como funciona o minoxidil?

O Minoxidil consegue aumentar o tamanho do foliculo capilar, fazendo o fio nascer mais grosso e forte. Ele também estimular o nascimento de novos fios de maneira uniforme e em maior volume. Se for utilizado frequentemente, faz com que o os cabelos tenham um ciclo de maior crescimento.

Onde compro o minoxidil?

O melhor minoxidil para combater a calvície hereditária é o importado da marca Rogaine Mens, cujo está disponível para compra aqui na loja online da Bar Mens.

Efeitos Colaterais do minoxidil da Rogaine?

Por a loção da marca Rogaine conter a substância propilenoglicol os efeitos colaterais são temporários como descamação e coceira do couro cabeludo.

Descubra tudo sobre o minoxidil da Rogaine clicando aqui.

 

Deixe seu comentário!

Se tiver qualquer dúvida, crítica ou sugestão, use esse espaço para expor.

/* */