INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL!

Cafeína para queda de cabelo funciona? Trata calvície?

Pela manhã ou após o almoço, o consumo de uma xícara de café é – quase sempre obrigatório seja para adoçar um pouco mais o dia ou para afastar o sono e focar no trabalho e nos estudos.

Isso porque essa bebida contém uma substância bem conhecida: a cafeína.

Esta, por sua vez, pode proporcionar muitos benefícios à nossa saúde, então, o consumo de café é, realmente, recomendado desde que não haja excesso.

No entanto, para outras pessoas, a cafeína pode proporcionar e até mesmo aumentar os sintomas de ansiedade.

Mas você sabia que, dentre os inúmeros benefícios dessa substância em nossa saúde, como explicaremos mais adiante, a cafeína foi um objeto de estudo para o tratamento da calvície?

Legal, né? Bom, será que, de fato, cafeína para cabelo diminui ou, até mesmo, interrompe a queda capilar?

Quer saber mais sobre assunto? É fácil: acompanha a leitura com a gente! Vamos lá?

Para que serve a cafeína?

A cafeína é uma substância química que está presente no café, mas não é exclusiva à ele visto que pode ser encontrada no guaraná e no cacau.

O elemento em questão faz parte do grupo das xantinas que, por sua vez, agem como estimulantes.

Sabendo disso, o café é uma fonte de energia, aumento da concentração bem como o estado de alerta para muitas pessoas.

Por conta disso, estas consomem está bebida, principalmente, em momentos que precisam ficar acordadas, como durante a madrugada.

Entretanto, para muita gente, o café, principalmente quando ingerido em excesso, promove aumento da ansiedade já que a principal substância ativa dele, a cafeína, é um estimulante.

Obviamente, esse “prejuízo” não anula os muitos e potentes benefícios da cafeína.

Esta substância é conhecida por ser fotoquímica, então, a excitação que ela proporciona também estimula a produção de hormônios que estão diretamente associados à sensação de bem-estar.

Para muito além disso, os benefícios da cafeína não são sentidos somente no campo emocional do nosso organismo.

Isso porque ela também pode contribuir na prevenção de determinados tipos de câncer e de doenças neurodegenerativas, como o Parkinson.

No mais, com muita análise e estudo, cientistas descobriram que a cafeína no cabelo pode ser um método bem promissor quando o assunto é alopecia androgenética.

Cafeína para queda de cabelo: funciona ou é mito?

De acordo com o estudo publicado no British Journal of Dermatology, o uso da cafeína para cabelo promove efeitos positivos na saúde do folículo capilar.

Para isso, como usar cafeína no cabelo deve estar atrelada à aplicação direta da substância no couro cabeludo.

Isso porque seriam necessárias mais de quarentas xícaras de café para sentir e aproveitar as vantagens da cafeína no cabelo.

Entretanto, sabemos que, quando consumido em grande quantidade, tanto o café quanto a cafeína fazem mal do organismo.

Então, diante desse estudo sobre a substância química presente no café, a pesquisadora brasileira Jackeline Alecrim criou um produto que promete ser promissor e eficaz para a queda de cabelo: o shampoo com cafeína para calvície.

Nesse contexto, os resultados são positivos, pois, como falamos anteriormente, a cafeína age como estimulante e, consequentemente, ela promove uma melhor circulação sanguínea e uma nutrição do folículo capilar.

Sendo assim, a substância amenizaria a alopecia androgenética.

Mas o que, de fato, é alopecia androgenética?

Alopecia androgenética (calvície): o que é e como surge?

Ao longo do texto, utilizamos dois termos: alopecia androgenética e calvície.

Embora sejam diferentes, ambos são utilizados para designar uma só condição: a queda capilar por influência da testosterona.

Como é um hormônio presente em maiores quantidades no organismo masculino, a calvície – ou alopecia androgenética – é mais frequente nos homens na faixa dos 40/50 anos.

No entanto, essa condição também afeta mulheres e pessoas mais jovens. Neste caso, a calvície é precoce.

Independentemente do gênero ou da idade do indivíduo, a calvície acontece da mesma maneira:

No nosso couro cabeludo, a testosterona sofre a ação da enzima chamada de 5-alfa-redutase.

Ao passar por isso, esse hormônio andrógeno é convertido em outro: a di-hidrotestosterona que é mais conhecido pela sigla DHT.

Nessa conversão, os fios passam por um processo chamado miniaturização. Este, por sua vez, está ligado ao afinamento, clareamento e encurtamento desses fios de cabelo.

Ao sofrerem toda essa atividade, os fios não conseguem mais nascer e, dessa forma, a calvície está configurada.

A alopecia androgenética não é letal, mas isso não isenta o fato de que ela é prejudicial ao indivíduo, pois afeta a autoestima.

Dessa maneira, atualmente, existe uma procura por tratamentos da calvície.

Aliás, atualmente, já existem muitos métodos testados dermatologicamente que, geralmente, apresentam resultados bem satisfatórios, como o uso do Minoxidil.

Minoxidil para queda de cabelo (calvície)

O Minoxidil é uma solução conhecida, principalmente, para “fechar” a barba ou aumentar a quantidade de pelos no rosto.

Presente em duas concentrações (2% e 5%), esse produto é indicado para tratar e prevenir casos de queda de cabelo associado à calvície.

Essa recomendação acontece porque o Minoxidil é uma substância ativa que atua como estimulante.

Dessa forma, ela faz com que o calibre dos vasos sanguíneos aumente o que, como consequência, melhore a circulação sanguínea da região.

No mais, o Minoxidil também prolonga a fase de nascimento e crescimento dos fios de cabelo.

Então, por conta disso, essa substância é bem vista e, normalmente, bem tolerada entre os pacientes.

Entretanto, como qualquer outro tratamento, é preciso ter o aval de um médico que, nesse caso é um dermatologista, para escolher a melhor marca de Minoxidil para o seu caso de calvície.

Onde comprar Minoxidil?

Após saber qual o melhor Minoxidil para você, sempre procure lugares confiáveis e com produtos de qualidade para comprar essa solução que promete fazer os fios crescerem novamente.

Caso não tenha ideia de onde adquirir, indicamos o Bar Men’s.

 

Minoxidil com cafeína funciona?

Bom, como explicamos anteriormente, tanto o Minoxidil quanto a cafeína agem como estimulantes e, por conta disso, melhoram a circulação sanguínea do couro cabeludo que proporciona o crescimento saudável dos fios.

No entanto, não sabemos afirmar totalmente se a combinação Monoxidil com cafeína garante resultados eficazes e promissores.

Por conta disso, recomendamos que você sane essa dúvida com um profissional qualificado. Então, procure um médico!

E aí, gostou do nosso post?

Você já conhecia os benefícios da cafeína para cabelo?

 

Fontes: [1] [2]

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.