Atividade física em jejum: vale a pena?

Não é novidade que os exercícios físicos são sempre muito presentes nas vidas dos homens.

Isso porque o corpo masculino necessita da atividade física ainda mais.

Mas a busca pelos esportes e academias não para na saúde. Ela também é questão de autoestima e de conquista.

Por isso, muitos homens procuram formas de potencializar os resultados.

Então os shakes, as roupas de compressão, os cremes de massagem e o jejum entram nessa história.

Alguns homens acreditam que fazer atividade física em jejum emagrece, mas será que isso é verdade ou mito?

Fomos atrás de informações e fizemos esse texto para te contar se você pode fazer atividade física em jejum.

Leia até o final para descobrir todos os prós e contras dessa prática muito conhecida!

O que é atividade física em jejum?

A atividade física em jejum é uma prática que tem se tornado cada vez mais conhecida entre os homens.

Quem busca resultados rápidos acaba aderindo, mesmo sem saber exatamente como fazer.

Alguns atletas são adeptos a essa prática, e isso serve como incentivo para que muitos homens pratiquem também.

Isso não significa que todos os corpos estão preparados para tal.

A atividade física em jejum consiste na prática de exercícios aeróbicos de baixa intensidade, como natação, ciclismo e caminhada.

Todos eles sem que o indivíduo se alimente anteriormente.

Essa prática afeta os hormônios, diminuindo a insulina, aumentando o glucagon, o GH, o cortisol, a epinefrina e a norepinefrina.

Além disso, consiste em usar a gordura corporal como reserva de energia para que o corpo gaste enquanto treina.

Existem benefícios e riscos relacionados à fazer atividade física em jejum, como veremos nos próximo tópicos.

Como é feita a atividade física em jejum?

Quando falamos sobre fazer atividade física em jejum, muitos homens pensam que trata de não comer nada de manhã antes de malhar.

A verdade é que o jejum é contado a partir da sua última refeição, ou seja, começa antes de você sequer dormir.

Assim, os exercícios feitos em jejum causam muitas controvérsias entre os especialistas.

O ideal é que a prática de atividade física em jejum seja pela manhã.

Começando com apenas dez minutos de exercícios, você pode aumentar gradualmente 2 minutos por vez.

O tempo máximo aconselhado é de 45 minutos.

Além disso, esse tipo de exercício deve ser praticado apenas por homens que já sejam treinados para tal.

Especialistas alertam que a atividade física em jejum não deve ser uma prática constante sequer para atletas treinados.

A média ideal é de que o homem pratique por, no máximo, 60 dias.

Benefícios da atividade física em jejum

Quando feita por homens que tem costume de fazer atividade física em jejum, essa prática pode ser muito benéfica.

Entre os principais benefícios, podemos destacar:

  • Acostumar seu corpo a usar estoques de gordura como reserva de energia.
  • Aumento da resistência corporal.
  • Emagrecimento mais rápido, devido ao uso da gordura como reserva de energia.

Perigos de fazer atividade física em jejum

Em contrapartida, se por um lado traz muitos benefícios para as pessoas que já são treinadas, por outro apresenta riscos.

Nesses casos, pessoas que não tem qualquer resistência prévia para tal podem sofrer.

Os principais perigos de fazer atividade física em jejum são:

  • Diminuição da massa magra, ou seja, dos músculos. O corpo também usa a massa magra como reserva de energia.
  • Afeta a performance do homem frente aos exercícios.
  • Maior facilidade de lesões.
  • Pode apresentar quadros de hipoglicemia.
  • Em alguns casos, ocasiona anorexia.
  • O corpo fica exausto mais rapidamente.
  • Desmaios são uma possibilidade.

Quem não pode fazer atividade física em jejum?

As pessoas se atraem pela prática da atividade física em jejum por causa de seus benefícios.

Ainda assim, mesmo que estejam dispostas a encarar os riscos, existem pessoas que não podem aderir à prática.

Homens que sofrem com ansiedade, diabéticos e quem sofre com hipoglicemia não devem praticar atividade física em jejum.

Outros homens que não tem indicação para se exercitar em jejum são os que sofrem compulsões alimentares e adolescentes.

Quem tem sensibilidade ao estresse também não deve aderir.

Da mesma forma, pessoas com nenhum ou pouco treinamento para tal também não são aconselhadas à prática.

Vale lembrar que essas recomendações não são válidas apenas para a atividade física em jejum, como também para qualquer jejum.

Vale a pena fazer atividade física em jejum?

Agora que sabe tudo sobre a prática de atividade física em jejum, você já deve imaginar se vale a pena.

Assim como grande parte das decisões, essa também depende apenas de você.

Ninguém conhece melhor seu corpo, suas necessidades e sua disposição para tal prática.

Dessa forma, a principal dica aqui é procurar por um especialista e respeitar os limites do seu próprio corpo.

Aprender sobre atividade física em jejum?

Aqui no site temos muitos posts com todo tipo de tópico interessante para os homens!

Você pratica ou já praticou atividade física em jejum? Conta aqui nos comentários como foi a sua experiência!

Fontes: [1] [2] [3]

Deixe seu comentário!

Se tiver qualquer dúvida, crítica ou sugestão, use esse espaço para expor.

/* */